Desenvolvedores.Net - TechBlog

Tag Archives: história

Um pouco de história (POO)

5
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 4,33 de 5)
Loading...
15 de dezembro de 2010
Para um melhor entendimento deste Artigo veja o Índice (Programação Orientada a Objetos)
 

1967: Simula – introduz os primeiros conceitos de OO
1972: Smalltalk – Xerox
1980: C++ – linguagem híbrida, derivada da linguagem C.
1983: Ada – criada para uso militar nos EUA
1984: Eilffel – primeiras características formais de OO
1986: Object pascal
1995: JAVA – Linguagem puramente orientada a objetos
1995: Várias linguagens agregando conceitos de OO
2000: Plataforma .NET

A Programação Orientada ao Objeto (Object-Oriented Programming) foi concebida há muito tempo atrás (no inicio da década de 70), a sua origem vem da linguagem Simula (Simula Language), concebida na Noruega na década de 60, e como o nome indica, foi criada para fazer simulações; entretanto, seu uso alavancou um conceito que até então passava desapercebido pela maioria dos projetistas: a similaridade com o mundo real.
A primeira linguagem de programação a implementar os conceitos de OOP foi a linguagem SIMULA-68; em seguida surgiu a linguagem Smalltalk; criada pela Xerox, que pode ser considerada a linguagem que popularizou e incentivou o emprego da OOP.
O resultado foi uma linguagem de pura linhagem OO, poderosíssima, que implementa todos os conceitos de OO, o que não acontece com as chamadas linguagens OO híbridas que implementam apenas alguns conceitos de orientação ao objeto.
Fundamentalmente o que se deseja com esta metodologia são basicamente duas características: reutilização de código e modularidade de escrita.
Formalmente, para ser considerada uma linguagem OO, esta precisa implementar quatro conceitos básicos: abstração, encapsulamento, herança e polimorfismo.

Um pouco de história das linguagens

Simula

A primeira linguagem a incorporar facilidades para definir classes de objetos genéricos na forma de uma hierarquia de classes e subclasses.
Foi idealizada em 1966, na Noruega, como uma extensão da linguagem ALGOL 60.
Uma classe em Simula é um módulo englobando a definição da estrutura e do comportamento comuns a todas as suas instâncias (objetos).

Smalltalk

Smalltalk foi desenvolvida no Centro de Pesquisas da Xerox durante a década de 70 e incorporou idéias de Simula.
Criou o princípio de objetos ativos, prontos a reagir a mensagens que ativam comportamentos específicos do objeto.

C++

Questões no projeto de C++

  • Ser melhor do que C
  • Suportar abstração de dados
  • Suportar programação orientada a objetos

C++ foi projetada para dar suporte a abstração de dados e programação orientada a objetos

C++ não impõe um paradigma

Ada

Ada é uma linguagem de programação criada através de um concurso realizado pelo U.S. Departament of Defense (DoD)
O principal projetista da equipe foi o francês Jean Ichbiah.
Esse concurso foi feito para por ordem na situação, o DoD em 1974 usava cerca de 450 linguagens ou dialetos de programação.
A linguagem foi primeiramente padronizada em 1983 pelo ANSI e em 1985 a Organização Internacional de Padronização (ISO).

Eiffel

Eiffel é uma Linguagem de Programação avançada, puramente orientada a objeto que enfatiza o projeto e construção de software reutilizável e de alta qualidade.
Eiffel foi criada por Bertrand Meyer que tinha uma extensa experiência com programação orientada a objeto, particularmente com SIMULA.

Object Pascal

O Object Pascal é uma linguagem orientada a objetos, isto é, todas as informações são tratadas como objetos e todos estes objetos pertencem a uma classe, que são categorias de objetos.
Delphi / Kylix / Lazarus são exemplos de ferramentas que utilizam esta linguagem.

Java

O Java é ao mesmo tempo um ambiente e uma linguagem de programação desenvolvida pela Sun Microsystems Inc.
Trata-se de mais um representante da geração de linguagens orientadas a objetos e foi projetado para resolver os problemas da área de programação cliente/servidor.
Os aplicativos em Java são compilados em um código de bytes (“bytecodes”) independente de arquitetura.
Esse código de bytes pode então ser executado em qualquer plataforma que suporte um interpretador Java.
O Java requer somente uma fonte e um binário e, mesmo assim, é capaz de funcionar em diversas plataformas, o que faz dele um sonho de todos os que realizam manutenção em programas.

Plataforma .NET

A plataforma .NET baseia-se em um dos princípios utilizados na tecnologia Java (Just In Time Compiler – JIT), os programas desenvolvidos para ela são duplo-compilados (compilados duas vezes), uma na distribuição (gerando um código que é conhecido como “bytecodes”) e outra na execução.
Um programa é escrito em qualquer das mais de vinte linguagens de programação disponíveis para a plataforma, o código fonte gerado pelo programador é então compilado pela linguagem escolhida gerando um código intermediário em uma linguagem chamada MSIL (Microsoft Intermediate Language).
Este novo código fonte gera um arquivo na linguagem de baixo nível Assembly, de acordo com o tipo de projeto.

Ver Índice

É isso ai pessoal 🙂
Até o próximo
 ♦ Marcelo

About Marcelo

Nascido em Juruaia/MG em uma fazenda de criação de búfalos, e residindo na região Sul do Brasil. Trabalha com desenvolvimento de aplicações desde os 17 anos. Atualmente é Arquiteto Organizacional na Unimake Software. Para saber mais ... http://desenvolvedores.net/marcelo []'s

Programação Orientada a Objetos (POO)

17
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (12 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
13 de dezembro de 2010
Olá Pessoal.Agora vou iniciar uma série de artigos sobre Programação Orientada a Objetos (POO) ou Object-Oriented Programming (OOP).Na medida do possível irei mostrar como programar cada explicação em alguma linguagem.Este primeiro artigo irá servir como um índice para os outros, sempre que eu postar um item deste índice, irei modificar este artigo fazendo um link daqui para a explicação e vice-versa.Então vamos lá, mãos à obra e vamos ver o que teremos 🙂
É isso ai pessoal 🙂
Até o próximo
♦ Marcelo

About Marcelo

Nascido em Juruaia/MG em uma fazenda de criação de búfalos, e residindo na região Sul do Brasil. Trabalha com desenvolvimento de aplicações desde os 17 anos. Atualmente é Arquiteto Organizacional na Unimake Software. Para saber mais ... http://desenvolvedores.net/marcelo []'s